• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

Brasil joga apenas o necessário e bate fácil o Irã

O Brasil não precisou jogar muito bem na noite de Abu Dhabi para bater o Irã nesta quinta-feira. Jogando sob o forte calor dos Emirados Árabes, os jogadores não impuseram um ritmo muito forte, mas mesmo assim venceram por 3 a 0, com gols de Daniel Alves, Alexandre Pato e Nilmar.

Com o triunfo, a seleção alcançou a segunda vitória em jogos oficiais sob o comando de Mano Menezes. A base dos dois duelos, aliás, foi mantida e parece ter dado resultado.

Agora, o grupo terá quatro dias para se preparar, já que no dia 11 encara a Ucrânia, em Derby, na Inglaterra.

O JOGO – Logo no começo do jogo um susto para o Brasil. Após cobrança de lateral direto na área, a bola sobrou para Masoud, que bateu rasteiro no canto de Victor. O árbitro, porém, marcou impedimento inexistente e ajudou o Brasil. O arsenal do adversário, porém, parecia ser melhor do que os brasileiros pensavam.

Após o susto inicial, o Brasil passou a tocar vola no meio-campo e foi logo recompensado. Aos 14 minutos, Pato carregou a bola e viu o zagueiro parar o lance com a mão. Na cobrança da infração, Daniel Alves mandou uma bomba no ângulo e inaugurou o placar.

Cinco minutos mais tarde um lance inacreditável. André Santos e Robinho fazem bela tabela e o ex-santista manda na trave do goleiro iraniano. Na sobra, Pato, com o gol livre, consegue chutar para fora e perde gol incrível.

Depois da pequena pressão, o Brasil diminuiu o ritmo. O Irã também não conseguiu impor o mesmo ímpeto inicial, deixando a partida muito centrada no meio-campo. A única chance até o apito final do primeiro tempo foi uma falta na entrada da área que Zanidpour mandou na barreira.

Assim como na primeira parte, o segundo tempo começou a todo vapor. Após falta batida na área, um bombardeio iraniano atingiu a zaga canarinha. Masoud bateu na saída de Victor. A bola rebateu na trave, Ramires afastou mal e, na sobra, Zanidpour isolou, perdendo excelente chance.

Logo depois, o Brasil respondeu à altura duas vezes, as duas com Alexandre Pato. Primeiro, o centroavante do Milan recebeu de Robinho e chutou em cima do arqueiro adversário. Depois, arriscou da entrada da área para mais uma boa defesa de Rahmati.

Com a morosidade do meio-campo brasileiro, Mano Menezes promoveu as estreias de Giuliano e Elias, nos lugares de Carlos Eduardo e Philippe Coutinho. E o ex-comandado de Mano não decepcionou. Logo nas suas primeiras jogadas, tabelou com o Alexandre Pato e deixou o milanista na cara do gol. Dessa vez o atacante não perdoou e marcou o segundo do Brasil.

Após abrir o 2 a 0, a seleção voltou a tocar bola no meio-campo, ameaçando muito pouco o rival. O único que ainda demonstrava muita vontade era André Santos, que serviu Nilmar na área, já aos 39 minutos do segundo tempo. O atacante do Villareal bateu bem, mas Rahmati foi melhor ainda e espalmou a redonda.

Ainda deu tempo de André Santos descer mais uma vez e servir Nilmar, que pegou de primeira e fez um belo gol, fechando o placar em Abu Dhabi.

Gazeta Esportiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: