• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

Com dois de Obina, Galo derrota o Santa Fé e fica em boa situação

O Atlético-MG saiu na frente no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-americana, ao vencer o Independiente Santa Fé (Colômbia) por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Arena do Jacaré. Obina marcou duas vezes e garantiu a vitória ao Galo.

Com o resultado, o time alvinegro pode até empatar ou perder por até um gol de diferença no jogo de volta, dia 20, em Bogotá, para garantir a vaga nas quartas de final do torneio continental. O vencedor desta chave vai encarar o classificado do duelo entre Palmeiras e Universitário Sucre, que começam a definir a vaga nesta quinta-feira, na Bolívia.

Antes da decisão na Sul-americana, porém, o Atlético-MG volta a pensar no Campeonato Brasileiro, onde pega o Avaí, no próximo domingo, às 16 horas, novamente na Arena do Jacaré, pela 30ª rodada da competição.

O jogo – O Atlético-MG tomou conta da partida depois dos 10 minutos iniciais. O time colombiano começou pressionando, mas logo recuou depois que o Galo assumiu uma postura mais agressiva no ataque, mesmo abusando dos erros no momento de definir as jogadas.

Aos 14 minutos, o lateral Rafael Cruz avançou com perigo pela direita e cruzou na medida para Ricardo Bueno. O atacante alvinegro subiu mais do que a defesa do Santa Fé e cabeceou com muito perigo.

Apesar dos erros no ataque, o Atlético-MG demonstrava muita vontade e tentava imprimir velocidade. Até que, aos 28 minutos, o Galo conseguiu abrir o marcador. Diego Souza deu ótima assistência a Obina, que entrou livre na área, driblou o goleiro e inaugurou o placar na Arena.

O Independiente Santa Fé quase marcou na volta do segundo tempo. Aos 5 minutos, Bernal chutou de fora da área e a bola desviou na zaga. Mesmo “traído” pelo desviou, o goleiro Renan Ribeiro voltou a tempo de espalmar. No rebote, o arqueiro atleticano ainda teve força e reflexo para evitar o gol nos pés de Nazarit.

Dez minutos depois foi a vez de o Galo chegar com perigo à defesa colombiana. Neto Berola desceu pela direita, passou por dois marcadores e foi parado com falta, dentro da área. O árbitro, no entanto, mandou o lance seguir e ainda aplicou cartão amarelo no atacante atleticano.

O Atlético-MG cresceu com a entrada de Neto Berola e saiu dos pés dele a jogada do segundo gol do time mineiro. Aos 17 minutos, o atacante passou pela zaga e bateu cruzado. O goleiro Agustín Julio rebateu nos pés de Obina, que apenas teve o trabalho de ajeitar e empurrar para o fundo das redes, definindo o placar.

Gazeta Esportiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: