• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

Santos vence duelo de campeões e entra de vez na briga pelo título

O Santos conseguiu um importante resultado diante do Internacional, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo atrasado da 13° rodada do Campeonato Brasileiro. Com um gol de Neymar no primeiro tempo, o Peixe (campeão da Copa do Brasil) bateu o Colorado (vencedor da Copa Libertadores), 1 a 0, e conquistou a sua terceira vitória seguida no Brasileirão, entrando definitivamente na briga pelo título nacional.

Com essa vitória, os santistas ultrapassaram o próprio Inter na tabela de classificação e agora ocupam a quarta posição, com 48 pontos ganhos. Já os gaúchos caíram para a quinta posição, com os mesmos 47 pontos de antes desse embate.

Agora, o Alvinegro Praiano foca suas atenções no seu próximo compromisso, o clássico contra o São Paulo, domingo, às 18h30 (horário de Brasília), no Morumbi. Já o Internacional enfrenta o Flamengo, um dia antes, no sábado, às 18h30, no Engenhão.

O jogo – Animado pelas vitórias sobre Fluminense e Atlético-PR, o Santos entrou em campo contra o Inter de camisa listrada, calções e meias brancas, seu uniforme número um, em homenagem aos 94 anos da Vila Belmiro, comemorados nesta terça.

Mas, apesar de melhor em campo e com maior posse de bola, o Peixe não conseguia furar o forte sistema defensivo colorado. Só que essa resistência durou até os 26 minutos, quando o lateral esquerdo Kléber de uma bobeada, errando o passe para Guiñazu, na saída de bola dos gaúchos. Esperto, Danilo roubou a bola, Zé Eduardo deu sequência a jogada tocando para Neymar que, invadiu a área e driblou o zagueiro adversário, antes de mandar a bola para o fundo das redes, sem chances de defesa para o goleiro Renan.

Empolgado pelo gol, os santistas quase ampliaram a vantagem no minuto seguinte. Zé Eduardo recebeu a bola pela esquerda, gingou para cima de seu marcado, antes de finalizar de perna esquerda, rente a trave direita de Renan.

Aos 42, foi a vez do Internacional ir ao campo de ataque. Marquinhos encontrou Kléber na entrada da área pelo lado esquerdo e o ala bateu forte no canto direito de Rafael, que espalmou a bola para o lado. Na continuação do lance, o Colorado ainda tentou aproveitar a jogada e marcar o gol de empate, porém, a zaga santista estava atenta e conseguiu afastar o perigo de sua área.

No intervalo, procurando melhor o rendimento de sua equipe, o técnico Celso Roth sacou o jovem Derley para a entrada do experiente Tinga. Antes dos 10, Roth fez outra modificação no seu meio-campo, com Guto entrando no lugar de Marquinhos. Já o interino alvinegro, Marcelo Martelotte, preferiu aposta no lateral esquerdo Alex Sandro fortalecendo o seu meio, na vaga de Alan Patrick.

E os gaúchos realmente voltaram pressionando os donos da casa, mas sem levar maiores ameaças ao gol defendido por Rafael. Os santistas apostavam nos contra-ataques. Sem muitas opções, por conta dos seis desfalques que tinha para esse confronto, Celso Roth queimou a sua última substituição ao tirar o centroavante Ilan para a entrada do meia Andrezinho.

No entanto, mesmo com essas alterações, o panorama do jogo continuou o mesmo. Aos 25, o veterano lateral esquerdo Léo se contundiu e teve que deixar a partida, substituído por Maranhão. Com isso, Pará passou a atuar pelo lado esquerdo, com Maranhão fazendo a função de ala direito.

A pressão gaúcha se intensificou e as chances de gol começaram a aparecer. Aos 29, Andrezinho cobrou escanteio na cabeça de Edu, que levou a melhor sobre a defesa santista. Só que Alex Sandro estava atento e, debaixo da trave, afastou o perigo.

Pouco depois, aos 31, o Inter esteve perto de empatar novamente com Andrezinho. O meia dominou a bola em um rebote na entrada da área e emendou um belo chute, defendido por Rafael, que conseguiu espalmar a bola e impedir que o Inter chagasse ao empate.

O Peixe respondeu aos 34 e, em rápido contra-ataque, Zé Eduardo deixou Neymar na cara do gol. O camisa 11 dominou a bola, escolheu o canto esquerdo para bater, mas parou em Renan, que fez boa defesa, evitando o segundo gol do time da Vila. Aos 36, o próprio Neymar teve outra boa oportunidade ao descer em velocidade, tirar o zagueiro da jogada e bater para fora, rente a trave direita de Renan. Já aos 38 foi a vez de Zé Eduardo perder um gol cara a cara com Renan.

Já nos minutos finais do duelo, Martelotte resolveu fechar ainda mais a sua equipe, quando colocou o zagueiro Vinícius Simon na vaga de Danilo, homem de meio-campo. O Alvinegro Praiano conseguiu segurar a pressão do adversário até o apito final do árbitro, conquistando mais uma importante vitória no Brasileiro.

Gazeta Esportiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: