• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

Lusa segura vitória com um a menos e ainda pode retornar à elite

A Portuguesa venceu o Ipatinga por 2 a 1, na tarde deste sábado, e custosamente (com Maurício, autor do primeiro gol, expulso ainda no primeiro tempo) cumpriu o objetivo de chegar à última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro com chances de retornar à elite nacional.

O resultado leva o time de Sérgio Guedes a 59 pontos, três a menos que o atual quarto colocado, o América-MG, que venceu o Sport e tirou o time pernambucano da disputa pela vaga. O Ipatinga segue com 40 pontos, na vice-lanterna, a caminho da terceira divisão.

Para conseguir o acesso no próximo sábado, a Portuguesa precisará vencer o Sport, no Recife, e contar com uma derrota do América-MG para a Ponte Preta, em Campinas. Assim, ambos chegariam à mesma pontuação, com a equipe de São Paulo em vantagem no saldo de gols.

O jogo – O ambiente do Canindé era de calmaria horas antes da partida. Como de costume, a torcida aproveitou o clima abafado do feriado na capital paulista para se refrescar com muito sorvete e refrigerante, dentro e fora do clube, e subiu às arquibancadas em cima da hora.

Quando a bola rolou, com som ambiente da torcida rubro-verde, o Ipatinga foi quem tomou a iniciativa e chegou a marcar aos três minutos: Fabiano completou para a rede uma bola cruzada por Marinho Donizete pelo lado esquerdo, mas o assistente parou a jogada por impedimento.

Passado o susto inicial com o gol anulado, a Portuguesa ganhou o campo de ataque e assustou o goleiro Douglas em especial nas jogadas de bola parada, com uma sequência de faltas e escanteios cobrados ora pelo volante Marco Antonio, ora pelo lateral direito Paulo Sérgio.

O time mineiro mostrou reação pelos pés de Luizinho, que encaixava perigosos contragolpes na direita. Em um dos cruzamentos do lateral para o meio da área, aos 17 minutos, Weverton tocou a bola, mas ela caiu com Leandro Brasília, que perdeu o gol ao chutar rente à trave.

A Portuguesa respondeu do bico direito da pequena área, em cabeceio de Héverton que venceu Douglas, mas não o zagueiro Max. Aos 28, Paulo Sérgio bateu escanteio da direita e encontrou Maurício. O zagueiro subiu e escorou de cabeça, no ângulo esquerdo, inaugurando o placar.

O Canindé ainda balançava quando, dois minutos mais tarde, o autor do gol chegou atrasado em uma dividida no meio-campo, pegou Walter Minhoca por baixo e recebeu o cartão vermelho. O atacante Dodô pagou o preço pela expulsão de Maurício e foi substituído por Thiago Gomes.

Mesmo com um a menos, a equipe lusa ampliou aos 14 minutos da etapa final. Acionado por Marco Antonio nas costas da defesa, Fabiano tentou por cima de Douglas, a bola desviou no goleiro e passou a linha, segundo marcação do árbitro, para reclamação geral do Ipatinga.

A partida parecia dominada até que um despretensioso ataque dos visitantes resultou em gol contra. Aos 31, depois de um cruzamento sem força pelo lado direito, o lateral Paulo Sérgio tentou afastar, mas pegou mal na bola e mandou para a própria meta. O Ipatinga ganhou moral e foi para cima, mas não ameaçou a vitória e a sobrevida da Portuguesa no campeonato.

Gazeta Esportiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: