• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

Martelotte revela dúvida e Maikon Leite pode não jogar clássico.

A situação do atacante Maikon Leite, que possui um pré-contrato assinado com o Palmeiras, tem sido um dos principais temas das entrevistas coletivas do Santos, na véspera do jogo com o Verdão, domingo, às 16 horas (horário de Brasília). O técnico interino, Marcelo Martelotte, revelou que ainda não definiu pela participação ou não de Maikon no clássico.

Segundo o treinador, a situação está sendo analisada. “Não definimos (se o Maikon Leite será relacionado). Essa é uma situação criada há muito tempo e sabíamos que no momento em que os dois times se enfrentassem, essa questão voltaria a tona. Mas tenho confiança total e irrestrita nele, sei que colocando para jogar ele vai dar o seu máximo. Só temos que pesar todas as situações com calma”, afirmou.

O interino santista também criticou a postura alviverde, principalmente do técnico Luiz Felipe Scolari, de ter pedido durante a semana a antecipação da liberação de Maikon Leite, cujo vínculo com o Peixe é válido até 23 de junho deste ano.

“Achei estranho surgirem esses comentários todos do lado do Palmeiras. Tudo o que a gente ouviu de utilização ou não do Maikon partiu do Palmeiras, só que é estranho ter surgido na semana do clássico. O Maikon tem nos ajudado bastante ao longo da temporada e, mais importante do que ele jogar no domingo, é como ele pode nos ajudar até o final do seu contrato”, ponderou.

Apesar de ter destacado a sua confiança no profissionalismo do atacante, o que tem preocupado Martelotte é uma cobrança excessiva sobre Maikon Leite por um possível desempenho ruim diante do Palmeiras.

“Todo jogador que você coloca no campo, pode jogar bem ou mal. A consequência do Maikon jogar mal contra o Palmeiras para mim é zero. Só que muitos poderiam avaliar que ele não foi bem contra o Palmeiras por ter atuado contra o time que ele vai defender no futuro. Nós (comissão técnica) também seriamos criticados por isso. Se eu tivesse a certeza que o Maikon vai entrar e fazer dois gols na partida, eu não o deixaria nem no banco. Ele seria titular”, comentou.

Cauteloso, o comandante interino alvinegro parece realmente mais inclinado a “poupar” o atacante do clássico. “Tenho que pensar nisso, pois é uma situação real, que se apresenta. Se ele for mal contra o Palmeiras não teríamos como colocá-lo em campo diante do Colo Colo (na próxima quarta-feira, na Vila, pela Copa Libertadores da América). A pressão da torcida seria muito grande”, finalizou Marcelo Martelotte.

Fonte Gazeta Esportiva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: