• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

Após paralisação, Button passa Vettel na última volta e vence no Canadá

O britânico Jenson Button conquistou uma vitória impressionante neste domingo no Grande Prêmio do Canadá, que foi paralisado por cerca de duas horas por conta da forte chuva que atingiu Montreal. O piloto da McLaren fez cinco paradas no boxe e recebeu uma punição da direção de prova, mas recuperou-se e ultrapassou Sebastian Vettel na última volta da prova.

 A segunda posição ficou com Vettel, da Red Bull, que liderou toda a corrida, mas caiu de rendimento nas voltas finais da corrida e não conseguiu segurar o ímpeto de Button. O australiano Mark Webber foi o terceiro, seguido por Michael Schumacher, Vitaly Petrov e Felipe Massa. Já Rubens Barrichello terminou na nona posição.

O resultado em Montreal mantém Vettel com tranquilidade na liderança do Mundial, com 161 pontos, seguido por Button, com 101. Webber aparece em terceiro com 94 pontos, à frente de Lewis Hamilton, 85. A próxima prova da F-1 é o Grande Prêmio de Silverstone, em 10 de julho.

A prova –A corrida em Montreal começou com o safety car na pista, por conta da chuva que atingiu a cidade na manhã deste domingo. Os pilotos rodaram atrás do carro de segurança até o fim da quarta volta, quando as ultrapassagens foram permitidas. Alonso foi para cima de Vettel, que conseguiu se defender bem.

Ainda nas primeiras curvas, Mark Webber e o britânico Lewis Hamilton tocaram-se na disputa pela quarta posição e caíram na classificação. Três voltas depois, o piloto da McLaren bateu em seu companheiro de equipe, Jenson Button, abandonou a prova e forçou a entrada do safety car na pista novamente.

Na relargada, Vettel conseguiu abrir vantagem sobre Alonso, que passou a disputar com Massa a segunda posição. A partir da 14ª volta, os pilotos começaram a ir aos boxes colocar pneus intermediários , já que a pista em Montreal estava mais seca. Poucos minutos depois, no entanto, a chuva atingiu com força o circuito e o safety car voltou a ser acionado.

Massa chegou a assumir a primeira colocação da prova quando Vettel foi aos boxes, mas o brasileiro também fez um pit stop e retornou na terceira posição, atrás também do japonês Kamui Kobayashi, que seguiu com os mesmos pneus da largada. Na 25ª volta, a prova foi paralisada pela chuva.

Após quase duas horas, a corrida foi reiniciada com o safety car na pista. Os pilotos seguiram atrás do carro de segurança por sete voltas até a relargada. Massa partiu para cima de Kobayashi e chegou a ultrapassar o japonês, mas perdeu a posição logo em seguida.

 Na 37ª volta, Alonso envolveu-se em acidente com Button, na disputa por posições, abandonou a prova e obrigou o safety car a retornar à pista. Vettel não encontrou problemas para abrir vantagem sobre Kobayashi, que passou a se defender dos ataques de Massa, que foi à terceira posição após ultrapassar Nick Heidfeld.

Em uma tentativa de superar o japonês, Massa deixou espaço para Schumacher realizar duas ultrapassagens de uma vez e assumir a segunda colocação. Em seguida, o brasileiro deixou Kobayashi para trás e retomou a terceira colocação, mas foi obrigado a trocar o bico do carro por um toque no guard rail e caiu na classificação.

Uma nova entrada do safety car reaproximou os pilotos, e Button aproveitou a oportunidade para assumir a segunda colocação com ultrapassagens sobre Webber e Schumacher. Na última volta, ele partiu para cima de Vettel e conseguiu a ultrapassagem para conquistar a vitória.

Confira a classificação do Grande Prêmio do Canadá de F-1 :
1º Jenson Button (ING/McLaren)
2º Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)
3º Mark Webber (AUS/Red Bull)
4º Michael Schumacher (ALE/Mercedes)
5º Vitaly Petrov (RUS/Lotus-Renault)
6º Felipe Massa (BRA/Ferrari)
7º Kamui Kobayashi (JAP/Sauber)
8º Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso)
9º Rubens Barrichello (BRA/Williams)
10º Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso)
11º Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
12º Pedro de la Rosa (ESP/Sauber)
13º Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania)
14º Narain Karthikeyan (IND/Hispania)
15º Jérome D’Ambrosio (BEL/Virgin)
16º Timo Glock (ALE/ Virgin)
17º Jarno Trulli (ITA/Team Lotus)
Não completaram:
18º Paul di Resta (ESC/Force India)
19º Pastor Maldonado (VEN/Williams)
20º Nick Heidfeld (ALE/Lotus-Renault)
21º Adrian Sutil (ALE/Force India)
22º Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
23º Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus)
24º Lewis Hamilton (ING/McLaren)

Gazeta Esportiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: