• Goma Publicidade

  • Oseg Corretora de Seguros

  • Anúncios

Santos negocia 20% de Henrique a grupo composto por conselheiros

Um dos mais recentes reforços contratados pelo Santos para a sequência da temporada, o volante Henrique teve parte dos seus direitos econômicos negociados com a Teisa (Terceira Estrela Investimentos S/A), grupo composto por empresários e conselheiros ligados a atual diretoria do clube.

O grupo adquiriu 20% dos direitos do meio-campista, ex-Cruzeiro, por 1 milhão de euros (cerca de R$ 2,3 milhões). Com isso, o Peixe fica com 60% do total, já que havia comprado 80% junto ao Banco BMG, antigo dono dos direitos econômicos do jogador – o time celeste ainda é dono de 20%. Na época, a transação foi fechada por 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 9 milhões).

“A parceria do Santos com a Teisa, que é composta por santistas comprometidos com um projeto de longo prazo para o clube, tem sido fundamental para garantir recursos adequados à retenção dos nossos talentos”, disse o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, ao comentar a negociação em entrevista ao site oficial santista.

Há pouco tempo, a cúpula alvinegra lucrou com uma transação parecida com a de Henrique: a do lateral direito Jonathan, que também foi contratado junto ao Cruzeiro.

No início deste ano, o Santos pagou 2 milhões de euros para tirar o ala do Cruzeiro, comprando 50% dos seus direitos e vendendo 20% a Teisa por 800 mil euros. No meio do ano, Jonathan foi para a Inter de Milão (Itália) por 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 11,3 milhões), mas o Peixe ficou com a maior parte do valor da transferência: 3 milhões de euros (cerca de R$ 6,6 milhões). O Cruzeiro, detentor dos 50% restantes, faturou 2 milhões de euros (cerca de R$ 4,4 milhões). Já a Teisa obteve um lucro de aproximadamente 700 mil euros (R$ 1,6 milhão).

Além de Henrique, outros jogadores do atual elenco santista têm porcentagens ligadas à Teisa, com destaque para os casos do volante Arouca e do atacante Neymar.

Receita antecipada – Vale destacar também nesta semana, a direção do Santos conseguiu a antecipação de R$ 30 milhões em receitas ao Conselho Deliberativo do clube. A medida foi aprovada por unanimidade, sob o argumento de que a receita será utilizada para a manutenção do grupo campeão paulista e da Copa Libertadores da América neste ano. A maior parte do dinheiro deve ser empregado nos cofres do clube neste ano.

Fonte: A Gazeta Esportiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: